Lançamentos: linha Motorola Edge e Edge Plus, veja as configurações dos aparelhos

A empresa de telecomunicações Motorola anunciou recentemente a vinda de seus dois novos modelos de celulares, Edge e Edge Plus. Eles vêm como concorrência direta de celulares topos de linha como iPhone 11, da Apple e Galaxy S20, da Samsung. 

Confirmando diversos rumores que circulavam na internet, sua ficha técnica tende a agradar grande parte do público não só da empresa. Desde 2018 a empresa vem focando em celulares intermediários ou de entrada, os mais básicos. 

O motivo disso é pelo alto número de vendas que esses aparelhos possuem, sendo assim a demanda muito maior. Com o lançamento da linha Edge, a Motorola vem dar continuidade ao seus celulares mais avançados, que tinha o legado deixado com o antigo Moto Z3.

Lançamentos: linha Motorola Edge e Edge Plus, veja as configurações dos aparelhos
Fonte: Motorola

 

As especificações dos celulares

O aparelho, possui curvas laterais que servirão tanto como atalhos para ferramentas do próprio celular, quanto para funções exclusivas dele. Esse design não é uma novidade no mercado, porém, a experiência que o usuário terá com ele varia de acordo com a fabricante e os recursos que ela disponibilizar.

Desde que os primeiros rumores de sua existência caíram em fóruns de tecnologia, vem se criando uma expectativa enorme para essa linha, afinal, a Motorola supostamente estaria voltando para a concorrência de celulares vistos como melhores. 

Não era para menos. Quando anunciado, não só atendeu como superou as expectativas de todo mundo que estava acompanhando. Com processadores atuais e recursos únicos, eles dão conta do recado. Na versão Plus, o destaque é na câmera de 108 MP e em seu processador Snapdragon 865, octa-core de até 2.84 GHz, o mais avançado da Qualcomm atualmente. 

A versão menor apresenta a mesma ficha técnica que seu irmão mais velho, com exceção do processador que é o Snapdragon 765 que trabalha em conjunto com 6GB de RAM, e sua câmera traseira. De fato, essas mudanças não o torna um celular básico. Ambas possuem 6,7 polegadas. 

Detalhes das câmeras

A Motorola sabe que esse é um dos pontos mais decisivos que seus clientes levam em consideração na hora de comprar um celular novo, por isso, não vem para brincadeiras. 

Com uma resolução semelhante a de seus concorrentes S20 Ultra e Mi 10, as câmeras do modelo Plus apresentam recursos únicos que prometem melhorar ainda mais funções já conhecidas como o modo retrato e a foto noturna. 

No modelo menor, sua performance também não deixa a desejar. Com câmera de 64 MP, as fotos prometem alta resolução e um ótimo desempenho. Com certeza, independente do modelo que o usuário comprar, ele não ficará na mão, pois ambos modelos oferecem uma das melhores experiências do mercado atual.

A tela edge

Obviamente não estando somente para enfeite, a curvatura da tela dos dois celulares vem para melhorar a usabilidade deles. Ela é altamente customizável no quesito funções, dando ao usuário a liberdade de escolher quais recursos que irá querer disponíveis. 

Para os que usam o celular mais intensamente querem algo mais prático, a tela edge faz toda a diferença na otimização do seu tempo. Um dos diversos recursos disponíveis, o que mais chamou a atenção é o destinado para jogadores de jogos de tiro, como Free Fire ou Call of Duty. 

Já apresentado em celulares anteriores, a função Gametime permite bloquear interrupções durante a jogatina. O diferencial está no uso da curvatura como gatilho, igual nos controles de consoles. 

Ambos os aparelhos vêm para marcar uma nova fase da empresa, onde podem mudar o que é futuramente esperado em celulares de alta performance. Os dois são compatíveis com a tecnologia 5G porém, essa novidade ainda não tem previsão e checada.